12/07/2018 16:55

Bradesco inaugura posto de atendimento exclusivo para servidores

Ponto de Atendimento Bancário funciona dentro da Prefeitura e conta com maioria dos serviços disponibilizados na agência

Inauguração do Ponto de Atendimento Bancário (PAB) do Bradesco

Fotos Crédito: Caroline Vicentini/NCS/PMI

Fonte: Caroline Vicentini/NCS/PMI

Os servidores da Prefeitura Municipal de Ibiporã terão mais tranquilidade, praticidade e comodidade para realizar suas operações bancárias. Foi inaugurado nesta quinta-feira (12) um Ponto de Atendimento Bancário (PAB) do Banco Bradesco, instituição responsável pelo gerenciamento e processamento da folha de pagamento dos funcionários, no prédio da Prefeitura.

 


Segundo o gerente regional do Bradesco, Arlei Fontanella, no PAB os servidores poderão realizar todas as transações que são realizadas na agência, exceto saques. “A gerente Samara será a responsável por atender os correntistas no horário do expediente bancário, de segunda a sexta-feira, das 10 às 15 horas. Nos próximos dias também será instalado um terminal de consulta”, informou Fontanella.

 


O prefeito João Coloniezi ressaltou que a instalação do PAB dentro da Prefeitura está prevista em licitação e será de grande utilidade para os servidores, evitando a necessidade de se deslocar até a agência durante o horário de almoço ou até mesmo o expediente para resolver pendências bancárias. “Fico feliz que tenham esse cuidado e preocupação com os nossos servidores”, enfatizou o prefeito.

 


A parceria entre o Bradesco e o Município deu-se após uma licitação (pregão 116/2017) em que apenas os Bancos Bradesco e Itaú participaram da disputa realizada no final do ano passado. O contrato com a Caixa Econômica Federal venceu em dezembro de 2017 e foi necessário fazer uma nova licitação. A Caixa não se interessou em continuar prestando o serviço para a Prefeitura Municipal de Ibiporã.

 


Conforme a Secretaria Municipal de Administração, o Bradesco pagou R$2 milhões 101 mil ao Executivo para ficar responsável pelo pagamento do funcionalismo durante os próximos cinco anos. O valor arrecadado poderá ser destinado para investimentos em diversos seguimentos e políticas públicas, tais como saúde, educação, infraestrutura, assistência social entre outras.